sexta-feira, fevereiro 08, 2008

Otimização para sites de busca (SEO) - Erros arquiteturais

Conforme prometido no artigo , vou comentar sobre erros arquiteturais comuns que podem afetar uma estratégia de Search Engine Optimization (Otimização para sites de busca) eficaz.

Os mais importantes erros cometidos (especialmente e com frequência por web designers):

- Criar sites inteiros em Flash ou outra tecnologia RIA (Rich Internet Application).

- Criar a página Home em Flash.

- Criar páginas com o texto sendo uma figura (sim, isso existe!) ao invés de HTML, pdf ou um doc.

- Criar um menu de navegação de páginas do site em Flash ou apenas com JavaScript ou apenas usando figuras como botões.

Os pontos acima são os mais básicos, pois o seu site ou muitas páginas dele podem simplesmente não constar do google devido aos pontos acima relatados. O Google e outras ferramentas de busca indexam HTML. Elas não indexam (ainda não... pelo menos!) aplicações RIA como Flash, Flex, Silverlight, Google Web Toolkit, etc ou menus dinâmicos escritos apenas em JavaScript ou com figuras e botões ao invés de links. Nós, seres humanos, adoramos esse contexto visual e essas aplicações mais amigáveis. Porém e, infelizmente, os robôs de busca ainda não conseguem compreender esses formatos. Os spiders de busca amam mesmo é texto HTML!

Caro web designer ou desenvolvedor web: isso não significa que você não deve nunca mais usar Flash ou RIA na sua vida ou fazer algum efeito legal em JavaScript. Você deve apenas controlar com parcimônia seu uso. Crie a home page do site, seus menus e seu conteúdo escrito usando HTML e trate um Flash como uma aplicação interna ao site. Lembre-se: conteúdo escrito deve sempre e preferencialmente estar em formato HTML, para que possa ser lido perfeitamente pelos robôs de busca.

Outro erro arquitetural grave é o formato das URLs dinâmicas de um site. Esse é um erro causado especialmente pelos arquitetos e programadores web. URLs dinâmicas, dependendo de como são formadas, podem causar problemas para a leitura dos robôs de busca. Mesmo quando não trazem problemas elas reduzem as chances de um bom posicionamento na busca orgânica. Isso ocorre porque as máquinas de busca procuram as palavras-chave especialmente no título da página, na URL e no corpo do texto. Nesse artigo não vou falar sobre estratégias de como encontrar boas palavras-chave e como usá-las dentro de uma página de site (quem sabe outro dia!). O importante é que se saiba que a URL de uma página ajuda a dar mais relevância às palavras-chave. Uma boa URL também ajuda na leitura dos seres humanos que a estão acessando. Portanto há ótimos motivos para que a URL seja amigável!

Portanto, uma URL ruim pode fazer com que a página tenha um rank menor ou, pior ainda, nem seja listada no mecanismo de busca.

Exemplos de URLs ruins:

http://yourdomain.com/index.html&DID=18&CATID=13

http://yourdomain.com/buyAHome.do;jsessionid=07D3CCD

http://www.yourdomain.edu/racing/scores.php?prg=1

As três URLs acima são ruins pois não especificam do que exatamente se trata a página e ainda podem gerar problemas de acesso aos robôs.

Note agora como são URLs bem formuladas:

http://josepaulopapo.blogspot.com/2008/01/introducao-openup.html

http://josepaulopapo.blogspot.com/2008/01/bibliografia-marketing-otimizacao-sites.html

http://www.amazon.com/Enterprise-Scrum-Ken-Schwaber/dp/0735623376

Nas duas primeiras URLs (do meu site. É claro que eu uso técnicas de SEO!!!) é possível verificar que o primeiro artigo trata de uma introdução ao OpenUP e o segundo é uma bibliografia sobre otimização de sites. Ambos são de janeiro de 2008 (2008/01). No terceiro link vemos como a Amazon também usa de forma correta as URLs: a URL contém as palavras-chave do livro (que se chama "The Enterprise and Scrum"), bem como o ISBN (caso o usuário faça uma busca pelo ISBN no google também achará logo nos primeiros resultados a página da Amazon).

Não vou citar nomes (e nem URLs!), mas procure os principais sites brasileiros de vendas de livros e outros produtos aqui do Brasil e vocês notarão que eles ainda não possuem URLs boas (provavelmente devido a um problema arquitetural no desenvolvimento e falta de conhecimento de técnicas de otimização para sites de busca).

Falamos então de alguns erros básicos e principais (há mais! mas não os tratamos nesse artigo) na construção de sites e que podem torná-lo praticamente invisível nos sites de busca como Yahoo, Google, etc. Mais uma vez recomendo que clientes peçam claramente que seus sites sejam Search Engine Friendlies - isto é amigáveis a sites de busca - se acharem necessário e que os analistas de requisitos perguntem isso claramente a seus clientes (trate como um requisito não funcional do site).

Se sua empresa (ou a empresa contratada para construir seu site) não conhece as técnicas de SEO, contrate um especialista para ajudá-lo. Nada pior do que não conseguir um marketing de busca orgânico bom (e ainda por cima gratuito!!!) devido a erros arquiteturais de construção do site e por não saber como as máquinas de busca indexam as páginas!

Marcadores: , ,

2 Comentários:

At 10:42 PM, Anonymous Paulo Rodrigo Teixeira disse...

Mais um excelente artigo sobre SEO, José Papo. Parabéns!

Um grande abraço

 
At 5:00 PM, Anonymous Bruno disse...

Parabéns pelo artigo, muito se fala apenas de PAGE RANK mais o que esquecemos as vezes é a arquitetura do site.
Mais uma vez parabéns pelo blgo

 

Postar um comentário

Links para este artigo:

Criar um link

<< Home


Veja as Estatísticas