sexta-feira, julho 17, 2009

Tom DeMarco: "Como eu estava errado sobre métricas e controle"

Na revista IEEE Software de julho/agosto de 2009, Tom DeMarco escreveu um artigo excelente de título Software Engineering: An Idea Whose Time Has Come and Gone? . Tom DeMarco ainda é um metodologista e consultor importante, mas era ainda mais famoso antigamente por ter sido um dos pais da metodologia estruturada.


No artigo ele diz que hoje discorda do que escreveu em um de seus livros muito usados na época de título "Controlling Software Projects: Management,Measurement, and Estimation". Não posso deixar de recomendar a leitura do pequeno texto, mas vão aí algumas frases excelentes (traduzi para o português) :

" 'Você não pode controlar o que não pode medir'. Implícita nessa minha frase está a idéia de que controle seja talvez o mais importante aspecto de um projeto de software. Mas não é. Muitos projetos foram realizados quase sem controle e produziram produtos maravilhosos, como o Google Earth ou o Wikipedia."

"Controle estrito é algo que importa muito para projetos inúteis e importa pouco para projetos úteis. Isso significa que quanto mais você foca em controle, maior a probabilidade de seu projeto estar entregando algo de valor baixo."

"Então, como você gerencia um projeto que não pode controlar? Bem, você gerencia as pessoas e controla o tempo e o dinheiro. Estou sugerindo um approach de gestão muito próximo de métodos ágeis. No mínimo deve ter um aspecto incremental."

"Nos últimos 40 anos nós nos torturamos com a nossa inabilidade de terminar um projeto no prazo e no orçamento. Mas essa nunca deveria ter sido a meta suprema. A meta mais importante é a transformação, criar softwares que mudam o mundo ou transformam a maneira como uma companhia realiza seu negócio. Desenvolvimento de software é e sempre será de alguma maneira experimental. "

2 Comentários:

At 5:44 PM, Blogger Galeote disse...

Realmente marcante essa frase dita pelo Tom DeMarco. Concordo sobre o martírio de fazer projetos com a a máxima de custo, prazo (e muitas vezes escopo também). Eu sempre me torturei por isso.
A questão de que o desenvolvimento de software é e sempre será experimental, certamente gera alguma polêmica no mercado, pois o que dizer das chamadas "fábricas de software". Você acredita num modelo de desenvolvimento que se utiliza de "fábrica de software"?

 
At 12:51 PM, Blogger Klaibson disse...

Olá.

Meu nome é Klaibson e sou responsável pela divulgação da Revista Espírito Livre. A Revista Espírito Livre surgiu em abril de 2009 e está na quarta edição. Essa revista tem como foco abordar o tema software livre.

Estou lhe escrevendo para realizarmos uma parceria que funcionará da seguinte maneira, realizarmos uma troca simples de banners, ou seja, você inseri um banner da revista em nosso blog e em contra-partida inserimos um banner do seu site no nosso.

Qualquer dúvida sobre a parceria retorne este email para revista@espiritolivre.org.

Caso ainda não conheça a revista, acesse www.revista.espiritolivre.org e baixe uma edição.

Aguardo breve retorno.

 

Postar um comentário

Links para este artigo:

Criar um link

<< Home


Veja as Estatísticas