quarta-feira, fevereiro 21, 2007

Padrões para uso das fases e iterações do RUP

A divisão de iterações entre as fases do RUP pode seguir um número de padrões ( patterns ). Entender esses padrões pode ajudar os gerentes de projetos iterativos a decidir como organizar melhor as iterações nas fases.

O número de iterações nas fases pode variar de acordo com os tipos de riscos:

Na fase de iniciação ( Inception ) : O número de iterações depende da complexidade do negócio e do domínio do problema. Em casos de processos de aquisições formais também a fase de iniciação pode ser mais longa e ter um número maior de iterações.

Na fase de elaboração ( Elaboration ): O número de iterações depende da complexidade dos riscos e questões técnicas e da novidade tecnológica.

Na fase de Construção ( Construction ): O número de iterações depende da quantidade de funcionalidades que precisam ser desenvolvidas.

Na fase de Transição ( Transition ): O número de iterações depende da complexidade de implantar e configurar a solução num ambiente de homologação e produção, depende do número de ciclos de testes de aceitação (como alpha testing, beta testing, etc) e também da necessidade ou não de atividades de migração ou convivência paralela de sistemas.

Abaixo seguem as figuras que mostram cada um dos padrões. A última figura mostra um exemplo de um grande sistema dividido em várias evoluções. Notem que as estratégias e padrões adotados podem mudar de acordo com a evolução em que se está no momento.


Padrão para desenvolvimento incremental:



Padrão para desenvolvimento evolucionário




Padrão para entrega incremental


Padrão para construção imediata


Padrão "Sem Elaboração"


Exemplo de uso

Marcadores: ,

2 Comentários:

At 10:20 PM, Blogger jaqueline disse...

Gostaria de saber no seu entendimento, qual a disciplina a acompanhar o cliente/gestor do sistema na validação/homologação da solução ao final da transição?
Requisitos, Análise, Configuração e Mudanças ou ainda a Gerência de Projetos?

 
At 1:20 AM, Anonymous Henrique disse...

Papo,

não entendi bem esse seu artigo. O segundo padrão (imagem) que vc mostra, exibe apenas uma iteração na construção, assim sendo no meu entendimento, é realizado várias iterações em elaboração para depois ir para construção. Isso não caracteriza um modelo cascata?

obrigado,

Henrique

 

Postar um comentário

Links para este artigo:

Criar um link

<< Home


Veja as Estatísticas