terça-feira, setembro 26, 2006

Referências sobre customização e implantação do RUP

Uma requisição foi feita no grupo de usuários do CMM-Brasil pedindo referências de materiais sobre customização e implantação do RUP em uma organização. Coloquei as seguintes recomendações:

Recomendo fortemente a aquisição do livro "Adopting the Rational Unified Process". É importante lembrar que ele não detalha ou explica o RUP e sim como implantá-lo e customizá-lo para uma organização. O conhecimento prévio do processo é requerido. Outro bom livro sobre implantação e melhoria de processos (não trata especificamente de RUP) se chama "Making Process Improvement Work".

Alguns artigos na Web:

Introducing the RUP buffet

Tailoring RUP Made Easy

Using IBM Rational Unified Process for software maintenance

RUP implementation guide Part I

Dr. Process: How can we customize the RUP?

A resounding "yes!" to agile processes -- but also to the "next big thing"

Top five RUP implementation process killers

É recomendável também a leitura e o entendimento completo da disciplina de "Environment" (Ambiente) do RUP. Ela fornece uma série de atividades, guidelines e recomendações para realizar a implantação e customização do RUP.

Marcadores:

quinta-feira, setembro 21, 2006

Conciliando ferramenta de Gestão de Documentos com Sistema de Controle de Versões

Uma pergunta foi feita no grupo de usuários do CMM-Brasil acerca de como criar baselines de documentos, sendo que uma ferramenta de gestão de documentos (no caso seria o SharePoint Portal Server da Microsoft) estava sendo usada para versionar documentos.

Minha resposta à esta questão seria uma forma possível de integrar o melhor desses dois mundos:

O SharePoint, bem como outros GEDs, permite controlar as versões de artefatos (como um bom sistema de gestão de documentos) mas não baselines. Nesse ponto funciona de maneira similar a wikis empresariais como o Confluence e o TWiki. São soluções excelentes para gestão e difusão de conhecimento.

Para ter baselines(que devem incluir todos os elementos da configuração, inclusive código) você poderia usar sistemas de controle de versão como CVS, Subversion, ClearCase ou o próprio TFS da Microsoft.

Como você faria para ter o melhor de ambos os mundos? Sempre que precisar gerar um baseline faça uma cópia dos documentos que estão no portal e coloque em um diretório dentro da sua estrutura de versionamento, faça o check-in deles e crie um label para identificar o baseline. Essa é uma possível solução. Com um pequeno investimento a mais isso poderia ser feito de forma automatizada através de scripts.

Outra forma mais complicada seria apenas criar uma página no SharePoint (ou Wiki) que teria um identificador com o mesmo nome do label dado no sistema de controle de versões para os artefatos de código e possuiria links para cada documento (a versão específica) do baseline.

Você também poderá fazer da forma contrária. Mantenha os documentos dentro do sistema de controle de versões. Quando tiver uma baseline do seu produto aí você inclui e/ou atualiza os documentos que deseja no portal ou wiki. Acredito que ficaria até mais fácil para controlar e acompanhar :-) ! Se um dia você precisar de um baseline antigo poderá achar facilmente através do seu sistema de controle de versões.

Marcadores:

segunda-feira, setembro 18, 2006

Palestra sobre RUP e CMMI no dia 23/09

Realizarei uma palestra na Universidade São Judas Tadeu, através do VI Encontro de Pós-Graduação que faz parte do XII Simpósio Multidisciplinar. Ocorreu no dia 23 de setembro de 2006 das 09:00 às 11:00. O tema da palestra foi: Mapeamento do RUP e CMMI e a automação de ambientes de desenvolvimento de software com ferramentas IBM. Confira a presença de minha palestra na página 6 da programação do evento.

A palestra está à disposição na seção de downloads de Engenharia de Software do site Erudio.

Marcadores: , , ,


Veja as Estatísticas